Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12530
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCarvalho, William Chaves de Souza
dc.date.accessioned2016-06-22T18:32:25Z-
dc.date.available2013-02-18
dc.date.available2016-06-22T18:32:25Z-
dc.date.issued2012-05-24
dc.identifier.citationCARVALHO, William Chaves de Souza. Análise dos efeitos do turnover na produtividade de processos de software tradicionais e híbridos. 2012. 98 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12530-
dc.description.abstractThis dissertation presents an experimental case study conducted to aim to evaluate the effects of turnover on the software development projects productivity. To do so, they were collected and analyzed data from 27 software projects, developed in accordance with a process based on RUP or in a hybrid process that combines RUP and Scrum practices. The Stutzke s mathematical model was used to calculate the lost productivity due to the turnover of projects, taking into account duration of hirement, assimilation and mentoring. Data analysis was did based on a measurement model and performance indicators of product, people, technology, risk and quality. The results indicate that projects based on RUP lost an average of 5.25% of productivity due to the turnover while the hybrid process lose 11.86%. These results corroborates the research proposition that the project RUP are less likely than the hybrid projects to the effects of turnover on productivity. As suggestions to future researches the author states that the creation of Stutzke model extensions for predicting turnover in the early stages of the project, in order to help organizations to avoid projects loss of profitability.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectProdutividadepor
dc.subjectProcessos híbridospor
dc.subjectTurnoverpor
dc.subjectProductivityeng
dc.subjectHibrid processeng
dc.subjectTurnovereng
dc.subjectComputaçãopor
dc.subjectSoftware - Desenvolvimentopor
dc.titleAnálise dos efeitos do turnover na produtividade de processos de software tradicionais e híbridospor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor-co1Soares, Michel dos Santos
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4745139J8por
dc.contributor.advisor1Rosa, Pedro Frosi
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4791965U0por
dc.contributor.referee1Lamounier Júnior, Edgard Afonso
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4797895D6por
dc.contributor.referee2Melnikoff, Selma Shin Shimizu
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4794347Z3por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4210611J3por
dc.description.degreenameMestre em Ciência da Computaçãopor
dc.description.resumoEste trabalho apresenta um estudo de caso experimental conduzido para avaliar os efeitos do turnover na produtividade de projetos de desenvolvimento de software. Para isso foram coletados e analisados dados de 27 projetos reais, desenvolvidos de acordo com um processo baseado no método RUP ou com base em um modelo híbrido que combina práticas do RUP e Scrum. Foi utilizado o modelo de Stutzke para calcular a perda de produtividade dos projetos devido ao turnover, levando em consideração parâmetros de duração do tempo de contratação, assimilação e mentoring. A análise dos dados foi feita com base em um modelo de medição e em indicadores de desempenho de produto, pessoas, tecnologia, risco e qualidade. Os resultados obtidos indicam que os projetos RUP perdem, em média, 5,25% de produtividade devido ao turnover, enquanto que os projetos híbridos perdem 11,86%. Estas informações corroboram com a proposição da pesquisa de que os projeto RUP são menos sujeitos que os projetos híbridos aos efeitos do turnover na produtividade. Sugere-se, ao final, que trabalhos futuros criem extensões do modelo de Stutzke que permitam prever e contingenciar, ainda nas fases iniciais do projeto, as perdas de lucratividade dos projetos, mediante o uso de ferramentas e heurísticas apropriadas.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciência da Computaçãopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::CIENCIA DA COMPUTACAOpor
dc.publisher.departmentCiências Exatas e da Terrapor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciência da Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf7.09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.